o movimento

O movimento conhecido como Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990, para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

mais comum entre as mulheres

28%

60

MIL

90%

TIPO MAIS FREQUENTE

NO MUNDO

NOVOS CASOS POR ANO EM MULHERES CADA VEZ MAIS JOVENS

DE NOVOS

CASOS A

CADA ANO

DE PROBABILIDADE DE CURA SE DESCOBERTO PRECOCEMENTE

câncer de mama

O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns se desenvolvem rapidamente, outros não.

detecção precoce

O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura.

 

É importante que as mulheres fiquem atentas a qualquer alteração suspeita na mama. Quando a mulher conhece bem suas mamas e se familiariza com o que é normal para ela, pode estar atenta a essas alterações e buscar o médico especialista para investigação diagnóstica

Faça a autopalpação das mamas sempre que se sentir confortável para tal (no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem necessidade de uma técnica específica de autoexame, em um determinado período do mês, como preconizado nos anos 80.

 

***Essa mudança surgiu do fato de que, na prática, muitas mulheres com câncer de mama descobriram a doença a partir da observação casual de alterações mamárias e não por meio de uma prática sistemática de se autoexaminar, com método e periodicidade definidas.

Todas as mulheres devem visitar anualmente o médico ginecologista, a partir da primeira menstruação.

autopalpação exame clínico mamografia

A mamografia de rastreamento pode reduzir a mortalidade em até 30%. A recomendação no Brasil, atualizada em 2015, é que mulheres entre 50 e 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos. Essa é também a rotina adotada na maior parte dos países que implantaram o rastreamento do câncer de mama e tiveram impacto na redução da mortalidade por essa doença. O exame deve ser prescrito pelo médico especialista após a avaliação clínica.

Mulheres com risco elevado de Câncer de Mama

(segundo o INCA):

• vários casos de câncer de mama em familiares consanguíneos, inclusive em homens,

sobretudo em idade jovem;

• histórico de câncer de ovário;

 

 

examine-se!
prevenção

Estima-se que por meio da alimentação saudável e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.

Controlar o peso corporal e evitar a obesidade.

A terapia de reposição hormonal (TRH), quando estritamente indicada, deve ser feita sob rigoroso controle médico e pelo mínimo de tempo necessário.

A ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada é contraindicada

A amamentação também é considerada um fator protetor.

Caixa de Previdência e Assistência dos Servidores da Fundação Nacional de Saúde

 

Av. Marechal Câmara, 160, 6° e 7° andares, Centro, Rio de Janeiro - CEP: 20020-080